O SOL BRILHA FORTE NA MANHÃ

Por Alexandre de Jesus Pereira da Silva 

O sol brilha forte na manhã do Norte

As águas correm durante o ano

Procurando seu oceano

As águas caem do céu

Para matar nossa seca e nem é seu principal papel

O ar é necessário para a vida

E as abelhas deixam as plantas mais bonitas

Os pássaros reflorestam as matas

E o homem incompetente vai lá e faz queimada

A natureza é perfeita

E o homem descontente dela faz desfeita

Como pode o homem ser tão desprezível

Destrói tudo sem medo de ser impossível

Parece querer acelerar o imprevisível

Que ser desesperado

Será que não tem dó do nosso cerrado

Que ser desalmado

Que ser inconveniente

Impulsivo displicente

Parece querer matar a gente

Que povo delinquente

Não mede as consequências

Não aceitam as diferenças

Que ser ganancioso

Pelo maldito dinheiro destrói da vida o mais gostoso

O ar fresco e natural

Esse ser é completamente artificial.

Foto: paisagem de comunidade do Serro/MG. Fonte: Olhares do Campo.
Foto: paisagem de comunidade do Serro/MG. Fonte: Olhares do Campo.