COVID-19 CHEGA A TEÓFILO OTONI E A COMUNIDADE DE FIDELÂNDIA-MG SE AMEDRONTA

O medo voltou a apavorar os moradores de Fidelândia, pois, em página do Facebook[1], a prefeitura municipal de Teófilo Otoni informou que hoje, no dia 27/04/20, há oito casos confirmados de covid-19, sendo que três são em profissionais de saúde. A situação é preocupante também para Fidelândia e Ataléia, pois Teófilo Otoni é a cidade que os moradores mais frequentam e onde se encontra o hospital equipado para os tratamentos necessários.

Por Liliane Avelino Caldeira


Fonte: <https://www.facebook.com/PrefeituraTO/>
Fonte: <https://www.facebook.com/PrefeituraTO/>

A rotina dos moradores da comunidade de Fidelândia mudou após a recomendação de isolamento social da Organização Mundial da Saúde (OMS) e, agora, com a confirmação de casos de covid-19 em Teófilo Otoni. Como se sabe, o isolamento visa a combater a propagação e contaminação pelo novo coronavírus e desenvolver a Covid-19, doença respiratória infecciosa que atinge diretamente os pulmões causando dificuldades de respirar. Essa doença pandêmica possui facilidade de transmissão, é altamente contagiosa de rápida disseminação; o modo de transmissão é de pessoa para pessoa, por gotículas respiratórias, saliva, espirros ou tosse, aperto de mão ou contato com objetos contaminados seguidos de contato com o nariz, olhos ou boca; o período de incubação do coronavírus pode ser de até 14 dias, neste tempo a pessoa infectada pode apresentar os sintomas da doença. Por outro lado, pesquisas apontam que cerca de metade dos contaminados é assintomática, mas podem passar o vírus da mesma forma, o que aumentam as preocupações.

Segundo o site Gizmodo Brasil[1], o primeiro caso do novo coronavírus foi registrado no Brasil em 26 de fevereiro 2020, mas na comunidade de Fidelândia a rotina e hábitos de higienização começaram a mudar no início da terceira semana do mês de março. Essa semana foi considerada crítica pelos infectologistas, que pediram para as pessoas ficarem em casa para tentar conter a propagação do covid-19. O medo tomou conta da população, foram suspensos todos os eventos da comunidade, o comércio, as escolas e as igrejas fecharam; ficaram funcionando apenas supermercados, posto de saúde, posto de gasolina e farmácia. As ruas ficaram desertas, pois as pessoas estavam confinadas em casa.

Em casa os moradores adquiriam conhecimento sobre prevenção e acontecimentos da doença no Brasil e no mundo através dos jornais, redes sociais, conversas com amigos e profissionais de saúde de forma on-line. Nesse período de quarentena, além dos cuidados citados, a população se apegou também à fé. Dizem na comunidade que nunca se orou tanto como agora.

A agente de saúde Vanúcia Gonçalves de Souza, residente em Fidelândia relatou que:

"A infraestrutura do posto de saúde da comunidade não é boa, não possui EPI (equipamentos de proteção individual), mas estão fazendo o possível para seguir as determinações de prevenção contra a covid-19. Limitaram a entrada de pessoas no PSF (Programa de Saúde da Família) e médico e dentista só atendem pacientes com urgência e emergência; foram desocupadas salas para isolamento caso seja necessário. As pessoas que entram no posto de saúde são obrigadas a ficarem um metro de distância uma das outras, há marcações feitas no chão em forma de círculo para assegurar o distanciamento. Foram suspensos os serviços de fisioterapia, de nutricionista, de serviço social e de visitas domiciliares dos agentes de saúde; os funcionários da área de saúde portadores doenças crônicas e grávidas foram suspensos do contato direto com o público."

O hospital de Ataléia não possui estrutura para atendimentos graves e há equipamentos de UTI somente nas ambulâncias. Os hospitais de referência para atender a população do município de Ataléia são o Santa Rosália, o Philadélfia e a UPA, situados na cidade de Teófilo Otoni-MG. Eles são responsáveis pelo atendimento de 60 municípios. A agente de saúde, Vanúcia Gonçalves de Souza, afirma que em Teófilo Otoni há 60 UTIS, ou seja, poucas UTIS para atender a população caso aconteça a infecção de muitas pessoas ao mesmo tempo.

Com todos esses acontecimentos os hábitos de higienização dos moradores mudaram, eles se previnem da seguinte forma: lavam as mãos várias vezes ao dia e utilizam álcool em gel. Para a saúde, tomam chás de ervas que aumentam a imunidade e ingerem frutas e remédios com vitamina C. Além disso, ficam em suas casas para se prevenirem. Porém, após o pronunciamento do Presidente Jair Messias Bolsonaro, dizendo para as pessoas saírem de casa para trabalhar, preocupado com a economia do país, muitas pessoas voltaram às suas rotinas e vários setores do comércio voltaram a funcionar normalmente. Além disso, os moradores da comunidade estão muito preocupados com pessoas que moram em várias cidades do país que estão vindo para casas de parentes nas comunidades rurais visando se protegerem da doença. Este ato está colocando todos em risco, e não há uma fiscalização para impedir que essas pessoas entrem nas comunidades.

No que se refere às questões financeiras, os moradores da comunidade estão mais tranquilos, pois a maioria irá receber o auxílio emergencial do Governo Federal. Mesmo com essa preocupação a menos, toda a população anseia que essa pandemia acabe logo; todos estão receosos e se perguntam como será o futuro em relação ao trabalho, ao ensino, à saúde e entre outros. Uma coisa a maioria espera que aconteça, que a humanidade se torne mais humana após toda essa luta e sofrimento que estão passando.


[1] <https://www.facebook.com/PrefeituraTO/>. Acesso em 27/04/2020.

[2] <https://gizmodo.uol.com.br/coronavirus-tem-cura-tudo-o-que-voce-precisa-saber/>.  Acesso em 27/04/2020.