AS TECNOLOGIAS E O COMBATE AO CORONAVÍRUS EM ARAÇUAÍ

O Vale do Jequitinhonha já lida com medidas para o combate ao novo coronavírus, causador da doença covid-19. Em Araçuaí, um Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus foi formado por servidores de diversas áreas e setores da Prefeitura, juntamente com representantes da sociedade civil. Os intuitos desse comitê são planejar ações para informar e tranquilizar a população e, também, construir formas de receber e cuidar de pessoas que vierem a contrair o vírus.

Por Ângela Gomes Freire

FONTE:<www.facebook.com/tempo.cuidar>
FONTE:<www.facebook.com/tempo.cuidar>

Uma das medidas imediatas adotadas para comunicar com a população foi a criação de um boletim on-line para o enfrentamento da pandemia. O boletim circula nas mídias sociais neste período de maior ascensão com notícias do mundo inteiro, deixando a população mais bem-informada, sobretudo sobre os suspeitos locais, principais procedimentos e orientações da Organização Mundial de Saúde, o que acaba por tranquilizar a todos.

Segundo a pediatra e vice-prefeita Rita Capville, o boletim é um meio importantíssimo de aproximação da situação local, em termos de procedimentos e ações para cuidar da saúde das pessoas. Ela reitera que, em tempos de muita fake news, precisamos passar segurança à população, transmitindo os dados atuais e verdadeiros. A vice-prefeita citou duas fake news que causaram muito alvoroço. A primeira se refere a uma suposta negação de atendimento no Hospital São Vicente de Paulo a paciente de outro município, o que é negado pela autoridade que reafirma que este hospital continua atendendo normalmente aos municípios vizinhos. O outro caso publicado, refere-se ao óbito de uma criança de três anos que estaria com a doença covid-19. No entanto, os resultados dos exames foram negativos.

A médica esclarece, ainda, que todas as medidas orientadas pela Organização Mundial de Saúde, pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria Estadual da Saúde estão sendo tomadas de forma rigorosa. Ela reforça também sobre que, os boletins on-line, neste momento que estamos acometidos de muita ansiedade, deverão ser semanais para prestar esclarecimentos. Os dados quanto ao número de casos suspeitos serão disponibilizados nas páginas da Prefeitura na web[1] e no Facebook[2], conforme imagem a seguir.

FONTE:<www.facebook.com/tempo.cuidar>
FONTE:<www.facebook.com/tempo.cuidar>

A vice-prefeita ainda expõe outras duas preocupações: de ordem econômica e com relação a Dengue. No campo econômico, esclarece que houve uma reunião com a Associação Comercial e Industrial de Araçuaí para tratar do assunto. Os comerciantes, inspirados pelos anseios do Presidente da República, estavam organizando movimento de carreata para pedir reabertura do comércio local. O executivo municipal alertou-lhes que não se sabe o que ocorrerá ainda quanto a epidemia em Minas Gerais e pediu-lhes bom senso e prudência neste momento. Ao final desta reunião, combinaram em manter o diálogo e juntos buscarem alternativas para a situação.

Outra preocupação é quanto à dengue, comum nessa época do ano. Além de demandarem assistência médica, pacientes de dengue, de acordo com uma informação científica, assim como de covid-19, poderão manifestar reações alérgicas subcutâneas, como manchas avermelhadas e coceira, atrapalhando os diagnósticos. Diante dessa realidade, a Secretaria Municipal de Saúde, em paralelo aos cuidados com a pandemia de covid-19, está mobilizando também a limpeza de diversos setores da cidade, bem como promovendo uma campanha de limpeza de quintais, pois ambas as doenças matam.

Nessa luta, a internet tem se mostrado ferramenta fundamental para a comunicação. Há, ainda, um carro de som passando nas ruas com informações frequentemente. Além disso, há o contato constante entre agentes de saúde e pacientes por telefone e pelas redes sociais WhatsApp e Facebook. As iniciativas trouxeram uma dose de calmaria para as ruas da cidade que nem o pronunciamento do chefe da nação, contrário ao isolamento social, pôde interferir no controle das normas da Organização Mundial da Saúde.

Assim, as novas tecnologias, através das mídias sociais, têm ocupado importante espaço nos lares araçuaienses, como fonte de orientação de prevenção e enfrentamento da epidemia. Vimos que a globalização contaminou todas as áreas da sociedade, notoriamente com as redes de comunicações, que, neste momento de epidemia, têm mostrado evolução tanto no campo social como científico. É por elas que nos informamos sobre equipamentos, pesquisas, evolução dos cenários, entre outros; por meio de dados disponibilizadas em tempo real, reuniões e comunicados ao vivo, alertas e uma infinidade de análises que chegam com extrema velocidade a diversos lugares do mundo. Pode-se considerar esse um fenômeno revolucionário que pode ser usado para encontrarmos um caminho para superarmos a crise econômica mundial.


[1] <aracuai.mg.gov.br>

[2] <www.facebook.com/tempo.cuidar>